IMAP destina corretamente o lixo eletrônico


O Instituto Municipal de Administração Pública certificou o lixo eletrônico produzido no último ano pela instituição. Foram certificados a reciclagem e destinação de 47 quilos de componentes eletrônicos inservíveis que podem conter substâncias cancerígenas como o como chumbo, bromo, mercúrio e cádmio. Os componentes são oriundos de computadores, monitores e equipamentos eletrônicos utilizados pelo IMAP que apresentaram problemas crônicos que inviabilizaram seu reparo. Além da responsabilidade ambiental, a destinação correta do lixo eletrônico faz parte dos processos internos das grandes empresas certificadas internacionalmente.