Worktiba encerra o ano com os temas Trello e Arduíno

 


A primeira edição das séries de palestras SóMEI e FaçaVocêMesmo do projeto Worktiba foi um sucesso, diversos empreendedores, estudantes e entusiastas lotaram o espaço de eventos do coworking público municipal do Parque Barigui na tarde de sexta-feira (15/12).

O publicitário e especialista em marketing Fawez Tarbine palestrou e interagiu com o público sobre a importância da organização do tempo ao longo do dia, meio de interação e comunicação e ferramentas de produtividade como o sistema Trello. Pesquisa da agência internacional We Are Social mostra que no Brasil as pessoas gasta em média 9 horas por dia na internet, e com esse dado é importante a organização para dar vazão as tarefas e demandas do dia. “É preciso se organizar, ter hora para acessar e-mail e ver mensagens no WhatsApp, ter hora para descansar, fazer uma demanda por vez, para render melhor o seu tempo”, explica o especialista. A ferramementa de organização norte americana Trello já conta com 1 milhão de usuários no Brasil e 25 milhões no mundo e se baseia na organização das tarefas por quadros e envolvimento de pessoas e times, tudo em uma plataforma simples, intuitiva e de fácil acesso pelo computador ou aplicativo de smartphone.

O servidor municipal Eros Fernando Mathoso veio pela primeira vez no espaço do Worktiba Barigui e gostou muito da proposta do espaço e do evento, em especial da palestra sobre organização e a ferramenta Trello: “Não conhecia o Worktiba, ficou muito bom e bem aproveitado o espaço, inclusive para esse tipo de palestra que nos faz pensar e buscar soluções para melhorar as rotinas de trabalho”, comenta.

Na sequência o programador e especialista na cultura maker, a cultura do faça você mesmo, Marcos Koslinski apresentou a cultura que surgiu no ano 2000 com a evolução dos computadores pessoais e a democratização dos códigos e sistemas de programação, assim como o surgimento das primeiras impressoras 3D. Koslinski também apresentou a plataforma Arduíno, composta por uma placa central e diversos sensores e acessório que podem ser programados por um computador para exercer alguma função. No evento, os participantes acompanharam a montagem de um robô e a sua programação em tempo real, interagindo e tirando as dúvidas com os presentes. “Que tal criar um sistema que avisa no seu celular quando algo está errado? Com uma placa de R$ 30,00 e sensores de R$ 2,00 é possível criar uma solução personalizada”, explica Marcos.

Em tratamento de dependência alcoólica no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) do Portão, o auxiliar de serviços gerais José Marchior participou das duas palestras da tarde para dar sequência no projeto de se tornar empreendedor e começar uma nova vida sem a dependência. “Eu fiquei sabendo daqui por um cartaz lá no Caps, vim hoje e virei outras vezes pois quero muito ter meu negócio, abrir minha empresa, recomeçar”, comenta o ex-morador de rua do centro de Curitiba. Marchior se interessou pelo sistema Arduíno apresentado pelo especialista Marcos Koslinski, ele pretende desenvolver algo relacionado a elétrica e eletrônica, área que domina e sempre gostou de mexer.

As séries de palestras seguem mensalmente no espaço de evento do Worktiba Barigui, sempre de graça, com temas e palestrantes ligados a inovação, empreendedorismo, cultura e projetos sociais. A próxima palestra será dia 18/01/2018, às 15h, com o tema “Marketing Digital e a produção de vídeos” na série Só Mei e “Gestão de projetos” no série de palestras do FaçaVocêMesmo, a entrada é franca e não precisa se inscrever.