Análise de Complexidade das Unidades

No que concerne à estrutura e ao funcionamento dos órgãos da administração pública observa-se o surgimento de arranjos organizacionais mais adequados à implementação das novas formas de execução das políticas públicas, com conteúdos, ações e programas que conformam áreas de interseção entre diversas políticas setoriais. Tais inovações conduzem ao aperfeiçoamento da capacidade de governo, passando pela atualização do modelo gerencial tradicionalmente praticado.

Categorias de análise das ações das unidades regionalizadas da PMC em 4 níveis de complexidade.

OBJETIVO:
Identificar critérios para classificar os níveis de responsabilidade e complexidade das ações das unidades regionalizadas da PMC.  Com análise do nível de entrega e de agregação de valor das unidades, levando-se em consideração uma escala crescente de complexidade e atribuições e responsabilidades.  Utilizado quando da solicitação de pareceres técnicos e alteração de Funções Gratificadas do nível regional.

METODOLOGIA:
Após visita e entrevista, são definidos 4 níveis de complexidade e responsabilidade, divididos em 12 categorias:

01. Planejamento estratégico
02. Informação
03. Serviços
04. Equipamentos
05. Autonomia do processo de trabalho
06. Quantidade de Pessoal (servidores subordinados – diretos e indiretos, estagiários)
07. Hierarquia – (níveis de subordinação acima e abaixo, subordinados sem função)
08. Captação de Recursos financeiros, materiais e humanos
09. Ações Intersetoriais
10. Participação em Conselhos
11. Parcerias com o segundo e/ou terceiro setor
12. Território – abrangência